domingo, 26 de julho de 2015

Uma História de Futebol no Museu Pelé - edição dos 14 anos do "Você é Curioso?"

Mesmo não sendo o primeiro sábado do mês, o Interferência entrou em campo para contar uma singela história de futebol.
Relembramos os anos 1940, em que as noites de domingo eram marcadas pelas sessões do "Cinema em seu Lar", criação de Otávio Gabus Mendes (que depois seria levada também à Record, como "Cinema em Casa") que dramatizava filmes que estavam em cartaz nas telonas. 
Nessa nossa versão adaptamos para o rádio o curtametragem dirigido por Paulo Machline, lançado em 1998 e concorrente do Oscar em 2001, "Uma História de Futebol", que narra um episódio da infância de Pelé, pelo ponto de vista do amigo Zuza. 

A história se passa no ano de 1950 e envolve lembranças em relação ao time 7 de Setembro, de Bauru. O roteiro é assinado por José Roberto Torero, Maurício Arruda e pelo próprio Machline. A trilha original é de Marcelo Zarvos (da qual extraímos a base para nossa reconstituição).
Ouça no player. Caso não esteja visível, clique aqui

Últimos preparativos para a festa. Marcelo Duarte e Silvania passam o roteiro. Luiz Américo, o som.


Ouça também a chamada para a festa, que utiliza a narração marcante de José Silvério. No player abaixo ou aqui.


                
Interferência e Coincidência...
Um dia antes de levarmos ao ar nossa adaptação da história de futebol envolvendo a infância do Rei, o Todas as Vozes, do meu amigo radialista e professor Marco Aurélio levou ao ar uma rara entrevista de Pelé, concedida ao MIS - Museu da Imagem e do Som - em que ele relembra episódios de sua infância. É só clicar aqui para ouvir

Ouça mais Interferência em www.interferenciaradiobandeirantes.blogspot.com 


segunda-feira, 6 de julho de 2015

Santos-Dumont e a conquista do ar


Em 1973, para comemorar o centenário de Santos Dumont, o elenco de radioteatro da Nacional do Rio de Janeiro deu voz à Conquista do Ar. O roteiro foi escrito por um dos principais nomes da tradicional emissora carioca, Lourival Marques. A equipe contou com outros artistas de primeira linha. Daisy Lucide atuou e também foi a responsável pela direção do elenco. Na supervisão musical, o maestro Luiz Almeida se encarregou de dar clima aos sonhos e realizações do pai da aviação. 

Nesta edição do Interferência, damos asas a uma passagem desta homenagem a Santos-Dumont, que nasceu em 20 de julho de 1873. As interpretações são de Marcelo Duarte, Silvania Alves e Chico Prado.


Se o player não estiver visível, acesse: http://yourlisten.com/ProfessorAbud/interferncia-santos-dumont-e-a-conquista-do-ar#ixzz3fA5wSkpj